Casos brasileiros

Os detalhes que você não vê, contados em primeira mão

  • O Esquartejamento de Álvaro Pedroso
    Em 23 de março de 2014, numa manhã de domingo aparentemente normal na capital paulista, deu-se início a uma investigação que assustou moradores. Dois braços e duas pernas haviam sido encontradas em sacos plásticos no bairro de Higienópolis, no centro da cidade, por um morador de rua – as pontas dos dedos estavam cortadas para…
    Leia mais
  • A infância e adolescência de Guilherme Taucci
    Em 05/07/2001, nascia Guilherme Taucci Monteiro, em um lar simples de Mogi das Cruzes. Conheça a história por trás de um dos nomes mais lembrados quando o assunto é massacres em escolas no Brasil.
  • Assassinato-suicídio por Explosão de Dinamite
    “O inferno te espera. Seu dia chegará”. Dizia uma carta anônima enviada à Loanne, de 19 anos. À medida que o autor da carta foi descoberto, ambos já estavam mortos.
  • O Castelinho da Rua Apa: um caso não solucionado
    Um duplo assassinato seguido de suicídio choca todo o país, mas o crime nunca é solucionado. O local onde aconteceu o crime, em São Paulo, é abandonado, assim como a investigação.
  • Incêndio do Edifício Joelma
    Um dos incêndios mais comentados do Brasil, a história do Edifício Joelma, 01/02/1974, onde deixou 187 mortos e 300 feridos. Mas antes, iremos conhecer o terreno onde o edifício foi construído, que muitos dizem ser assombrado.
  • Miriam Brandão: criança sequestrada e assassinada por chorar
    Em dezembro de 1992, Jocélia Brandão recebeu uma ligação que nenhuma mãe gostaria de receber — sua filha, Miriam Oppenheimer Leão Brandão, de apenas 5 anos, havia sido sequestrada por dois homens enquanto estava dormindo dentro de casa.
  • Caso Pesseghini: verdade ou queima de arquivos?
    Um menino mata quatro familiares e vai para a escola no carro da mãe Ao voltar pra casa, comete suicídio. Parece filme de terror, mas não é.
  • Suzane von Richthofen: Seu inferno particular
    Suzane, seu irmão Andreas e seus pais Manfred e Marísia Von Richthofen eram uma família de classe média alta paulistana que vivia em uma mansão em Campo Belo, Zona Sul de São Paulo. Mais tarde, essa casa se tornaria palco de um dos crimes que mais chocou o Brasil. A jovem de 18 anos estava…
    Leia mais
  • Chacina em Campinas: família assassinada no réveillon
    Sábado, 31 de dezembro de 2016. O que parecia ser fogos de artifício devido ao réveillon, na verdade era uma tragédia em família que estava ocorrendo na Rua Pompílio Morandi, no bairro Vila Prost de Souza, em Campinas, São Paulo. Faltando poucos minutos para a chegada do ano novo, doze pessoas da mesma família foram…
    Leia mais