A Vida de Vladislav Roslyakov

The details you cannot see

A Vida de Vladislav Roslyakov

Obs: Não é fácil escrever sobre a vida dos atiradores pela falta de informações precisas, por isso, se alguma informação estiver errada, por favor, comente!

Vida

Vladislav Roslyakov, de 18 anos, foi um atirador escolar russo, que matou 20 alunos no instituto politécnico de Kerch, na Crimeia, antes de cometer suicídio. É muito difícil afirmar o motivo do ataque, e nesta matéria venho contar a história de vida de Vladislav para tentarmos entender melhor quais podem ter sido suas motivações.

Ele nasceu em 2 de Maio de 2000, em uma área rural de Kerch, Arshintsevo. Vinha de uma família pobre e morava na casa dos avós paternos com seu pai, Igor, ex-soldado do Afeganistão, que depois de voltar, foi agredido e teve danos cerebrais que o tornou deficiente físico, e sua mãe, Galina, uma enfermeira que ganhava muito pouco numa clínica da região para pacientes com câncer.

casa18-300x198 A Vida de Vladislav Roslyakov

Policial saindo da casa que Vladislav morou.

Depois da lesão, Igor se tornou agressivo com todos da casa, e também se tornou alcoólatra, espancando o filho, esposa, e os pais. Quando Vladislav tinha 10 anos, seus pais divorciaram e sua mãe o levou para morar junto com ela num apartamento bem simples da cidade. Não é relatado se Roslyakov visitava seu pai ou mantinha um relacionamento bom com ele, mas frequentemente ele visitava os avós paternos.

p3k5r2jqalm31-300x300 A Vida de Vladislav Roslyakov

Vladislav quando criança

Após a separação, sua mãe se tornou Testemunha de Jeová, algo proibido na Rússia, porém os vizinhos relatavam que ela era devota a religião, e com isso, ela proibia algumas atividades que Vlad faria na escola por ser proibido na fé dela, como assistir filmes, atividades de hobbys, etc. Ele também teria tirado sarro das testemunhas em uma conversa com um amigo e postado em sua rede social que os Testemunhas são “algum tipo de tolo que dança e canta.” Porém, cuidava da sua mãe e se preocupava com ela, mesmo com essas diferenças.

Frequentou uma escola pública na infância e foi descrito por um professor como sendo uma criança normal, sociável, com notas baixas, popular pelas meninas (mas evitava elas) e que gostava de esportes, porém teve que parar de praticá-los por motivos de saúde não identificados. No sétimo ano, entrou numa briga na sua sala, mas não era uma criança agressiva. Depois da escola, ficava na biblioteca mexendo no computador, e começou a se interessar pelo estilo Punk e se vestir dessa forma, mesmo que sua mãe desaprovasse. Ela comprou um computador para ele na esperança dele parar de se vestir assim, mas não resolveu.

Em 2015 ingressou para o instituto politécnico de Kerch, onde recebeu aulas gratuitas de eletricista. Quando entrou na escola técnica, ele desenvolveu um grande interesse por armas e começou a procurar veteranos militares on-line, importunando-os por informações sobre armas de fogo e explosivos. Também há relatos que crianças viram ele com uma baioneta de metralhadora no ônibus, e começaram a evitá-lo.

images-1 A Vida de Vladislav Roslyakov

Vladislav em sala de aula.

Ele se juntou a uma equipe de airsoft, mas não se sabe o exato ano. Durante o técnico, ele se tornou mais agressivo, e houve uma vez que ele espirrou spray de pimenta em sua sala, sem motivo algum, e foi obrigado a se sentar na cadeira da vergonha como punição.

Foi descrito pela sua avó, como um menino bom, mas reservado. Seus amigos o descreveram como solitário.

Evitava os ex amigos, e quando se encontrava com eles, dirigia palavras violentas e agressivas. Não foi relatado que ele tinha relações intimas com as meninas da faculdade, porém ele teria uma ex-namorada.

Teria passado no teste de saúde mental, e se formou na escola particular de tiros chamada Egida, em 18/07/18, e sua licença para comprar armas foi emitida em 18/09/18. Após a compra das armas, ele as escondeu num prédio abandonado longe de sua casa, pois a religião de sua mãe proibia armas de fogo. O dinheiro usado para a compra das armas, ele roubou de sua avó paterna.

Vladislav na internet

Na internet, Roslyakov jogava jogos violentos, e usava vários pseudônimos, incluindo “Vladik Roslyakov”, “Eu quero morrer”, “Estranho”, “Anatoly Smirnov” e “Skinovskoe art. ” Foi relatado que ele passava a maior parte do tempo em fóruns que falavam sobre serial killers, tiroteios, Columbine, etc. No seu histórico, a maioria dos termos que ele pesquisava eram “terrorista”, “espingarda”, “terror”, e assistia vários vídeos de execuções, e da ISIS. Em uma conta, o avatar dele era uma foto de Anatoly Onoprienko, um serial killer ucraniano que matou 52 pessoas de 1989 a 1996. Outro relatório indicou que ele usou Dylann Roof como sua foto de perfil no jogo Steam.

Conta no Vkontakte

Foi relatado que ele teria um conta no VK (rede social famosa na Rússia) sob o pseudônimo de Vladislav Reich, porém não tinha relação nenhuma com as coisas que o Roslyakov gostava. O site Meduza, conversou com um dos amigos da rede social desse Reich, e esse amigo alegou que não conheciam nenhum Roslyakov, e deveria ser um engano. Reich ficou muito triste com a situação, e foi divulgado um vídeo onde ele falava “A mídia me confundiu com um terrorista. Eles publicaram minha foto e hiperlinks para minha página, mesmo que eu não tenha nada a ver com isso.”

WhatsApp-Image-2020-07-20-at-12.06.09-300x221 A Vida de Vladislav Roslyakov

Vladislav com o computador na página do Vk

Vingança

Sua ex-namorada relatou que ele tinha raiva dos seus colegas de classe, por zombarem de suas diferenças, ela diz “Dizia que já não tinha confiança nas pessoas desde que seus colegas de turma começaram a humilhá-lo porque não era como os outros. Tínhamos um tema de interesse comum porque eu treino tiro ao alvo. Ele era apaixonado por isso. Gostava de diferentes tipos de armas”

Disse a um amigo que vingaria os maus seus professores, e que apenas frequentava a escola pois era obrigado, ou seja, não tinha um futuro certo.

Gostava muito de ler artigos e discutir sobre Columbine, e era conhecido nos fóruns por falar sobre isso, por isso na Rússia, esse atentado é muito relacionado a Columbine, até como o Vlad se vestiu, muito parecido com Eric, que estava com uma camiseta branca escrito “Natural Selection” (Seleção natural), e Roslyakov usou uma blusa também branca, escrito “Ненавидеть” (Ódio).

2ms8bxtln6a41-190x300 A Vida de Vladislav Roslyakov

Blusa que Vladislav usou

be85c9458a3a255c70835bceba28d3a1-300x300 A Vida de Vladislav Roslyakov

Representação da blusa que Eric usou.

O líder da Crimeia, Seguei Aksionov, afirmou que o atirador não agiu sozinho. “Tal evento é preparado antecipadamente, do meu ponto de vista e do ponto de vista de meus colegas, e não poderia ser feito sozinho.”

Escola

A escola onde ocorreu o atentado, tinha sim detectores de metal, mas relataram que “era mais fácil os detectores apitarem para moedas em seu bolso, do que uma arma”, não duvidam que Vlad já teria entrado antes na escola, com alguma arma para testar os detectores, além de que ele sempre carregava uma faca de caça com ele, e o detector nunca apitou.

x79413748_people-clean-the-college-entrance-in-kerch-crimea-on-october-18-2018-after-a-student-opened.jpg.pagespeed.ic_.XsZLDeeWtG-300x195 A Vida de Vladislav Roslyakov

Entrada da escola.

Após o atentado

As vítimas foram levadas a clinica onde Galina trabalhava, e ela prestou primeiros socorros, mas assim que descobriu que foi seu filho o autor do massacre, tentou suicídio, porém foi impedida por policiais.

O pai do Vlad também foi submetido ao interrogatório.

 

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

en_US