MBTI: Guilherme Taucci

Os detalhes que você não vê, contados em primeira mão

MBTI: Guilherme Taucci

Aviso: o MBTI não é uma ciência comprovada, portanto as análises serão baseadas nos estudos de Carl Jung, Myers-Briggs e do autor.

MBTI: INTP 4w3

Funções: Ti – Ne – Si – Fe

 

O que são as funções?

Ti: O Ti doentio é arrogante, pensa que está certo mesmo quando contradito por fatos. Eles desprezarão os sentimentos, pensando que estes são uma coisa completamente inútil que devem ignorar. Eles são sarcásticos e cínicos, até manipuladores. Segundo relatos, Guilherme Taucci era muito cínico e sarcástico. Sua arrogância em querer superar Columbine era notável, igual a sua habilidade de manipular, o que ele aparentemente fez com Luiz Henrique, que também participou no massacre na escola Raul Brasil.

Ne: Com o Ne insalubre eles podem se tornar excêntricos, excessivamente focados em hipóteses e podem perder o contato com o que é prático. Eles podem tentar moldar sua lógica para se encaixar em uma possibilidade ou conceito que desejam realizar. Por exemplo: o objetivo de Guilherme Taucci era fazer um massacre em Suzano. A lógica dele era de que aquelas pessoas que o fizeram sofrer deveriam pagar, e com isso deveriam morrer. Ele tinha vários planos e hipóteses sobre estratégias do que poderia ou não fazer ou usar durante o massacre.

Si: À medida que envelhecem, podem se tornar excessivamente focados em rever o passado, ficando presos em memórias particularmente ruins ou embaraçosas e sentindo vergonha ou ansiedade em relação a tais memórias. Eles também podem confiar em sua própria experiência excessivamente, usando essa experiência para apoiar seus julgamentos. Eles podem desconsiderar as experiências de outras pessoas porque são muito diferentes das suas. Taucci odiava o bullying e os constrangimentos que as pessoas, segundo ele, o fizeram passar. Com isso o medo, vergonha e ansiedade provavelmente se transformaram em raiva. Com a raiva ele pode ter desconsiderado as experiencias de pessoas que venceram o bullying sem fazer uso da violência.

Fe: Ti rejeita veementemente a perspectiva do Fe porque teme que estar aberto à influência social negue a possibilidade de independência e autossuficiência, e, sem independência existencial, a pessoa se torna um seguidor estúpido que é facilmente manipulado/submetido a uma lavagem cerebral em um comportamento estúpido. Taucci era o líder do plano, era ele quem mandava em Luiz Henrique. Como ele queria o papel de destaque, ele odiaria que alguém roubasse/manipulasse para ser o capanga. Ele odiava o comportamento de pessoas que eram seguidoras cegas, e os reprovava veemente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *