O Livro de Receitas do Anarquista

Os detalhes que você não vê, contados em primeira mão

O Livro de Receitas do Anarquista

The Anarchist Cookbook é um manual de instruções onde nele possuem descrições e ilustrações detalhadas sobre como uma pessoa pode fabricar ou adquirir diferentes tipos de armas, explosivos e drogas.

O livro foi escrito por William Powell, quando tinha apenas 19 anos e foi publicado em 1971. A obra é direcionada para os Estados Unidos e para que os americanos aprendam como se defender de fascistas, capitalistas e comunistas. Segundo o autor, o livro é feito para anarquistas, aqueles que são livres das amarras do governo e que são independentes, sendo assim, possuem o direito de estudar qualquer tipo de assunto que quiserem.

William Powell admite que os assuntos abordados são ilegais e podem ser considerados uma ameaça, além disso, diz que as receitas são perigosas e que só devem ser seguidas por aqueles que têm responsabilidade e que sabem o que estão fazendo. 

CAPÍTULO 1 – DROGAS

No anarquismo, as drogas seriam legalizadas para todos e dariam liberdade ao indivíduo, permitindo que ele enxergasse o mundo de outras formas, então no livro existem dicas de como comprar e receitas de como fabricar algumas delas.

CAPÍTULO 2ELETRÔNICOS, SABOTAGEM E ESPIONAGEM

É descrito como a tecnologia é importante para um movimento revolucionário. Neste capítulo são colocados os melhores tipos de equipamentos para espionar uma pessoa ou saber se você está sendo espionado, também fala sobre como cortar as linhas de comunicação do seu inimigo. Cita roubos e destruição de carros de polícia como uma forma de sabotagem.

CAPÍTULO 3ARMAS NATURAIS, NÃO LETAIS E LETAIS

O autor diz que sem uma arma, o indivíduo está indefeso. É explicado como matar alguém usando somente suas mãos ou com objetos como facas, há uma grande lista de tipos de armas, com suas ilustrações, características e preços. Além disso, é discutido sobre silenciadores, arco e flecha e como fazer gás lacrimogêneo.

CAPÍTULO 4EXPLOSIVOS E ARMADILHAS

Explosivos são descritos como o item mais perigoso do Anarchist Cookbook. O capítulo fala sobre diferentes tipos de bombas e a grande lista de materiais necessários para fabricá-las, o autor dedica uma grande parte para dar dicas de onde guardar esses materiais explosivos e como manuseá-los para que não haja nenhum acidente durante a fabricação. Também fala de diferentes lugares onde um explosivo pode ser colocado, assim criando uma armadilha, como em livros, portas e carros.

Mais tarde, o livro foi criticado e sua legalidade foi questionada,  o autor tentou tirá-lo de circulação, mas não conseguiu. Alguns perpetradores de ataques utilizaram-o como guia para seus planos, como Timothy Mcveigh (Atentado de Oklahoma City), Eric Harris e Dylan Klebold (Massacre de Columbine) e James Holmes (Massacre em Aurora).

~Lam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BR